A atuação do serviço social no contexto da pandemia da COVID-19 em relação a saúde mental dos idosos

Autores

  • Juliano de Oliveira Alves UNINTER
  • Maria Andrea Dias
  • Raquel Barcelos de Araújo

Resumo

Por consequência do aumento da expectativa de vida, sabe-se que a população idosa é significativa no Brasil. Durante a pandemia da covid-19, medidas de controle foram adotadas, como o isolamento e distanciamento social. Nesse ínterim, o objetivo desse trabalho consiste em identificar as possíveis causas que afetam a saúde mental de idosos na pandemia da covid-19 e a atuação do serviço social nesse contexto. Para alcançá-lo, foi realizada uma pesquisa bibliográfica com abordagem qualitativa, em bases de dados da internet desde o ano de 2015 até 2022. A partir disso, foi possível concluir que os idosos são um grupo que apresentam maior vulnerabilidade a transtornos mentais e comportamentais, sobretudo em situações de risco, medo e tensão, como a pandemia. A atuação do serviço social nesse contexto foi principalmente em ações voltadas tanto para a permanência da garantia dos direitos desse grupo durante a pandemia na preservação de sua saúde mental.

Palavras-chave: Serviço Social; covid-19; Saúde mental de idosos.

Abstract

In light of the increasing life expectancy, it is evident that the elderly demographic holds a significant presence within Brazil. In the midst of the COVID-19 pandemic, various control measures were enacted, including isolation and social distancing. Within this framework, the aim of this study is to identify the potential factors that impact the mental health of the elderly during the COVID-19 pandemic, as well as to explore the role played by social services in this particular context. To attain this objective, a qualitative bibliographic research was conducted, making use of internet databases spanning the years 2015 to 2022. Drawing from this investigation, it can be concluded that the elderly constitute a demographic that exhibits heightened susceptibility to mental and behavioral disorders, particularly in situations characterized by risk, fear, and tension, as witnessed during the pandemic. The involvement of social services within this framework primarily manifested through initiatives geared toward safeguarding the rights of this demographic throughout the pandemic, with a specific focus on the preservation of their mental well-being.

Keywords: Social Services; COVID-19; Elderly Mental Health.

Resumen

Dado el aumento en la esperanza de vida, es evidente que la población de adultos mayores tiene una presencia significativa en Brasil. En medio de la pandemia de COVID-19, se implementaron medidas de control, como el aislamiento y el distanciamiento social. En este contexto, el objetivo de este estudio es identificar los posibles factores que afectan la salud mental de los adultos mayores durante la pandemia de COVID-19, así como explorar el papel de los servicios sociales en este contexto en particular. Para lograr este objetivo, se realizó una investigación bibliográfica cualitativa, utilizando bases de datos de internet que abarcan desde el año 2015 hasta 2022. A partir de esta investigación, se puede concluir que los adultos mayores constituyen un grupo demográfico que presenta una susceptibilidad elevada a trastornos mentales y del comportamiento, especialmente en situaciones caracterizadas por el riesgo, el miedo y la tensión, tal como se evidenció durante la pandemia. La participación de los servicios sociales en este marco se manifestó principalmente a través de iniciativas orientadas a salvaguardar los derechos de este grupo demográfico durante la pandemia, con un enfoque específico en la preservación de su bienestar mental.

Palabras clave: Servicios Sociales; COVID-19; Salud Mental de los Adultos Mayores.

Biografia do Autor

Juliano de Oliveira Alves, UNINTER

Bacharel em Serviço Social pela UNINTER, Centro Universitário Internacional, Apodi-RN.

Maria Andrea Dias

Professora orientadora: Maria Andrea Dias, especialista em MBA Ciência Política: Relação Institucional e Governamental, especialista em Gestão em Tecnologia Social, Bacharela em Serviço Social pelo Centro Universitário Internacional - UNINTER. Assistente Social atuante no Serviço Especial de Alta Complexidade, para adultos, orientadora de TCC e corretora de portifólios na modalidade EAD no Centro Universitário Internacional - UNINTER. Curitiba-Paraná.

Raquel Barcelos de Araújo

Mestre em Serviço Social; Pesquisa e atua com gestão participativa; enfrentamento a violência doméstica, acolhimento institucional, adoção e devolução de crianças e adolescentes. Atualmente é diretora executiva – RBA Assessoria Coaching e Treinamentos.

Referências

ALCÂNTARA, A. O. Da política nacional do idoso ao estatuto do idoso: A difícil construção de um sistema de garantias de direitos da pessoa idosa. Ipea, 2016.

ALVES, B. L. Velhice e Saúde Mental: Considerações acerca da atuação do Serviço Social no Centro de Doenças de Alzheimer e outras Desordens Mentais da Velhice (CDA) do Instituto de Psiquiatria (IPUB) da UFRJ. Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2015.

ALVES, R. M.; MACHADO, A. K. C. Saúde mental da pessoa idosa em período de pandemia de covid-19: uma revisão integrativa da literatura. VIII CONGRESSO INTERNACIONAL DE ENVELHECIMENTO HUMANO. Anais [...]. Campina Grande: Realize Editora, 2021.

BARROS, M. B. DE A. et al. Relato de tristeza/depressão, nervosismo/ansiedade e problemas de sono na população adulta brasileira durante a pandemia de COVID-19. Epidemiologia e Serviços de Saúde, Brasília, v. 29, n. 4, p. e2020427, 2020. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ress/a/nFWPcDjfNcLD84Qx7Hf5ynq/#. Acesso em: 14 ago. 2023.

BOSCHETTI, I.; BEHRING, E. R. Assistência Social na pandemia da covid-19: proteção para quem? Serviço Social & Sociedade, São Paulo, n. 140, p. 66-83, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0101-6628.238. Acesso em: 14 ago. 2023.

BRAGA, S. F. M et al. As Políticas Públicas para os Idosos no Brasil: A Cidadania no Envelhecimento. Diálogos Interdisciplinares, Aquidauana, v. 5, n. 3, p. 94-112, 2016. Disponível em: https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/article/view/171. Acesso em: 14 ago. 2023.

BRASIL. Política Nacional de Saúde da Pessoa Idosa. Portaria nº 2.528 de 19 de outubro de 2006.

BRASIL. Lei no 8.842, de 4 de janeiro de 1994. Dispõe sobre a política nacional do idoso, cria o Conselho Nacional do Idoso e dá outras providências. Brasília: MPAS, 1994.

BRASIL. Lei Orgânica da Assistência Social – LOAS. Lei nº. 8.742, de 7 de dezembro de 1997.

CANALI, A. L. P.; SCORTEGAGNA, S. A. Agravos à saúde mental de pessoas idosas frente a COVID-19. Research, Society and Development, v. 10, n. 7, 2021.

COSTA, D. E. S. et al. A influência das tecnologias na saúde mental dos idosos em tempos de pandemia: uma revisão integrativa. Research, Society and Development, v. 10, n. 2, p. e8210212198, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i2.12198. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/12198. Acesso em: 14 ago. 2023.

FIOCRUZ. Recomendações e orientações em saúde mental e atenção psicossocial na covid-19. Ministério da Saúde, Fundação Oswaldo Cruz, 2020.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. 2021c. Censo. Disponível em: https://censo2020.ibge.gov.br/2012-agencia-de-noticias/noticias/24036-idosos-indicam-caminhos-para-uma-melhor-idade.html, Acesso em: 27 dez. 2021.

LIMA, C. M. A. O. Informações sobre o novo coronavírus (COVID-19). Publicação do Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem, São Paulo, v. 53 n. 2, p. 5-6, 2020. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0100-3984.2020.53.2e1. Acesso em: 14 ago. 2023.

LIMA, M. F; CAMÊLO, E. L. S. Tempos de pandemia COVID-19: sintomatologia depressiva em idosos. Research, Society and Development, Vargem Grande Paulista, v. 10, n. 14, p. 1-11, 2021. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/download/22245/19851/270057. Acesso em: 14 ago. 2023.

MEDEIROS, J. M.; SVIERCOSKI, V. O sabor do saber científico: TCC no serviço social. Curitiba: Editora Intersaberes, 2020.

MELATTI, Kelly. Coronavirus: e quem trabalha na política de assistência social? Entrevista concedida ao CFESS. CFESS Entrevista, Brasília: 2021.

LOBATO, A. T. G. Programa de Ações de Participação Social e Cidadania com Idosos da UNATI/UERJ. Memorialidades, v. 15, jan./jun., p. 35-61, 2011. Disponível em: https://periodicos.uesc.br/index.php/memorialidades/article/view/86/99. Acesso em 14 ago. 2023.

RAMOS, Adriana et al. Serviço Social no Contexto da Pandemia de Covid-19 no Estado do Rio de Janeiro e a Necessidade do Planejamento do Trabalho Profissional na Saúde. In: SOARES, Raquel Cavalcante; MELO, Delâine Cavalcanti Santana de; VIEIRA, Ana Cristina de Souza. Serviço Social No Enfrentamento À Covid-19. Recife: Editora UFPE, 2021. p. 221-243.

ROCHA, S. V. et al. A pandemia de COVID-19 e a saúde mental de idosos: possibilidades de atividade física por meio dos Exergames. Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde, Florianópolis, v. 25, p. 1-4, 2020. Disponível em: https://rbafs.org.br/RBAFS/article/view/14424. Acesso em: 14 ago. 2023.

ROMERO, D. E. et al. Idosos no contexto da pandemia da COVID-19 no Brasil: efeitos nas condições de saúde, renda e trabalho. Cad. Saúde Pública, v. 37, n. 3, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0102-311X00216620. Acesso em: 14 ago. 2023.

SANTOS, G. B.; SILVA, C. V. P.; PACHÚ, C. O. Impacto da pandemia de COVID-19 na saúde de idosos: uma revisão narrativa. In: SAMPAIO, Edilson Coelho (Org.). Envelhecimento Humano: Desafios Contemporâneos, Volume 2, Editora Científica Digital, 2021.

VIANA, S. A. A.; SILVA, M. L.; LIMA, P. T. Impacto na saúde mental do idoso durante o período de isolamento social em virtude da disseminação da doença COVID-19: uma revisão literária. Diálogos em saúde, v. 3, n. 1, 2020. Disponível em: https://periodicos.iesp.edu.br/index.php/dialogosemsaude/article/view/272. Acesso em: 14 ago. 2023.

SOARES, R. C.; CORREIA, M. V. C.; SANTOS, V. M. Serviço Social na política de saúde no enfrentamento da pandemia da COVID-19. Serv. Soc. Soc., São Paulo, n. 140, p. 118-133, jan./abr. 2021. Disponível em: https://www.scielo.br/j/sssoc/a/B3QvfrsQcsNy6H3vP5ZrTmS/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 14 ago. 2023.

SOUZA, C. D. O. A atuação profissional dos assistentes sociais da gênese a contemporaneidade: Requisições Profissionais e a Relação Histórica com a Recente Política de Assistência Social. Trabalho de Conclusão de Curso. Universidade Federal Do Rio Grande Do Norte – UFRN, 2021.

WORLD Health Organization (WHO). Novel Coronavirus (2019-nCoV) technical guidance, 2020. Disponível em: https://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019, Acesso em: 27 de dezembro de 2021.

Downloads

Publicado

2023-08-30

Como Citar

DE OLIVEIRA ALVES, J.; DIAS, M. A.; BARCELOS DE ARAÚJO, R. A atuação do serviço social no contexto da pandemia da COVID-19 em relação a saúde mental dos idosos. Humanidades em Perspectivas, [S. l.], v. 5, n. 10, p. 4–20, 2023. Disponível em: https://revistasuninter.com/revista-humanidades/index.php/revista-humanidades/article/view/201. Acesso em: 18 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos